sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Sentimento pós "Prova"

Sinto como se ainda estivesse anestesiada, nunca em toda minha vida escolar ou acadêmica, tinha me sentido assim! Disse que não iria chegar perto do computador por muitos dias, que só iria refazer a atividade do Seminário Integrador II e que não iria nem ler os mails, mas não consegui...

E cá estou, fazendo mais uma postagem, colocando as minhas angústias, as minhas frustrações...

Estou muito triste...

Queria poder compreender o real motivo que me deixou tão impotente ontem na "prova", nem Deus sabe...

Li, estudei, fiz minhas anotações, e vale lembrar que esta é a quarta faculdade que faço!

Por quê?

Por quê?

Por quê?

Tenho vontade de chorar, não consegui descrever sobre os temas solicitados, parecia que as palavras fugiram, partiram para bem longe ou todas estavam em férias!

Eu, que sou tão "boa" com as palavras, eu que sempre gostei tanto de escrever, de explicar o que havia compreendido...

Não consigo compreender...

Não vou nem tentar compreender, ainda bem que terminou, será????

Talvez seja por não ter certeza de que realmente tenha terminado que estou assim tão impotente!

Será que algum dia, alguém saiu da minha aula assim?

Não acredito!


“A maior parte do que eu preciso saber, como ser e como viver, eu aprendi no Jardim de infância. Na verdade, a sabedoria não está no morro da faculdade, e sim bem ali, na caixa de areia da escolinha. (...) E sempre será verdade, não importa quantos anos você tenha. Se você sair por ai, pelo mundo afora, bom mesmo é poder dar as mãos aos outros e caminhar sempre juntos.”

Robert Fulghun

3 comentários:

Jurema disse...

Bem acho que não foi só você.Penso que muitos se sentiram como nós.Conversei com muitas depois que saimos de lá e o sentimento era o mesmo.Até enviei um email para Maura dizendo que estava com Depre após prova.Beijos

Biapedag disse...

Querida Ivana, lembra quem me deu "força" e conselhos há dias atrás? Força, fé e tranquilidade...todas nós vamos fazer como o Mario Quintana disse. Lembra? "todos esses..." Teu sentimento está acompanhando muitas de nós... Abraços.

Solange disse...

Olá, Ivana!
Não existe "pedra" no seu caminho que você não possa aproveitá-la para o seu próprio crescimento. Cada instante que passa é uma gota de vida que nunca mais torna a cair, aproveite cada gota para evoluir...
Vamos tirar de letra essa "pedra" do nosso caminho!
Beijos, Solange.